Quando os bebês gêmeos idênticos Rocco e Jenson ainda estavam no útero de sua mãe Jayde White, 29 anos, os médicos deram uma terrível notícia: os pequenos tinham apenas 10% de chances de sobreviver. “Foi terrível! Eu descobri durante o exame de ultrassom e a sala ficou em silêncio”, recorda-se a mãe Jayde em entrevista ao jornal britânico Daily Mail.

Isto porque com 16 semanas de gestação, os médicos diagnosticaram que os pequenos de Essex na Inglaterra sofriam com a Síndrome de Transfusão Feto-Fetal. Esta síndrome faz com que o volume de sangue seja distribuído de forma desigual entre os gêmeos, com um deles recebendo mais sangue e outro menos. E isto pode levar a morte de um ou dos dois gêmeos.

Para que seus filhos tivessem maiores chances de sobreviver, Jayde decidiu fazer uma cirurgia ainda na gestação. O procedimento foi feito para selar os vasos sanguíneos anormais e regular o fluxo sanguíneo para os gêmeos.

A cirurgia foi um sucesso e os pequenos sobreviveram. Atualmente, os meninos têm três anos e são crianças muito felizes e saudáveis. Eles também se tornaram modelos infantis e tem mais de 120 mil seguidores nas redes sociais!

Os pequenos também têm contratos com grandes agências de modelos como Next e PC World e fazem muito sucesso. “Quando eles nasceram, eu postava fotos deles com roupas idênticas e comecei a ganhar muitos seguidores nas redes sociais. E agora nós trabalhamos com marcas grandes e somos convidados a eventos muito legais!”, contou Jayde.