#Pracegover Foto: na imagem há uma mão de uma pessoa adulta e os pés de um bebê
#Pracegover Foto: na imagem há uma mão de uma pessoa adulta e os pés de um bebê

“Quando eu vi, o bebê estava entre as pernas da mãe”, conta o motorista de aplicativo, Marcionei Ronchi, de 49 anos, sobre uma situação que jamais tinha visto em mais de três anos trabalhando como motorista em Joinville, no Norte catarinense.

Na madrugada desta quinta-feira (20), o motorista levava o casal, Josivan Almeida dos Santos e Isabel Antunes Santana, ambos de 23 anos, até a maternidade quando ela teve o filho dentro do seu carro.

O caso começou por volta das 2h da manhã, quando ele aceitou a solicitação de viagem e pegou o casal no bairro Vila Cubatão. A corrida, de pouco mais de 11 km, tinha como destino a Maternidade Darcy Vargas, no bairro Anita Garibaldi.

No começo do trajeto, nenhum sinal de que Isabel poderia dar à luz naquele momento. “Ela estava bem calma antes do parto, bem serena”.

Porém, a situação começou a mudar quando eles estavam entre a rua Ministro Calógeras com a avenida Juscelino Kubitscheck, no Centro, cerca de oito minutos até o hospital. “Ela começou a se agitar”, afirma o motorista.

Segundo o marido Josivan, que é natural da Bahia e está há três anos em Joinville, foi neste momento que a Isabel começou a dar sinais do parto.

“A minha esposa começou a sentir bastante contrações. A bolsa estourou e a cabecinha da neném começou a sair”, afirma Josivan.

Corrida contra o tempo

O motorista Marcionei, logo, percebeu a gravidade da situação. “Ela gritou atrás e quando eu vi, o nenê já estava entre as pernas. Daí eu liguei o alerta e aumentei a velocidade para chegar o mais rápido”.

Ao mesmo tempo que o motorista acelerava o carro, Josivan ajudara a esposa. Isabel fazia contrações com a barriga para o marido retirar o recém-nascido do útero.

Antes de chegar no hospital, Isabel, que é paranaense e mora na cidade há 10 anos, teria falado várias vezes ao marido com a voz rápida e a respiração ofegante. “Vai nascer, vai nascer, o que eu faço?”, segundo Marcionei.

Poucos minutos após o susto, eles chegaram na maternidade, onde as enfermeiras ajudaram o casal com os primeiros atendimentos ainda no carro.

E assim, o Marcionei descobriu: o bebê é uma menina, a Sofia. A primeira filha do casal. Ela está na maternidade, onde passa bem, e já com uma história para contar.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: NDMais