Quando uma simples manchinha na barriga de um bebê se torna a presença de alguém que está bem distante a vida passa ter um significado diferente. Pelo menos foi assim com a tubaronense Karine Torres.

Em abril de 2017 Karine perdeu a filha recém-nascida, Liz. A menina nasceu com síndrome de down, tinha problemas cardíacos e atresia de esôfago, Liz nasceu sem o canal que leva a comida da boca ao esôfago e não podia se alimentar. Por conta disso teve que fazer cirurgia de correção ainda no primeiro dia de vida, mas não resistiu. Morreu 15 dias após o procedimento.

O luto foi muito doloroso para a família, que esperava com bastante ansiedade a chegada de Liz. “Só Deus conhece o mais profundo do nosso coração, só ele sabe as lutas que passamos, as dores que suportamos, o sorriso que abrimos sendo que por dentro as lágrimas estão tomando conta da nossa alma”, abriu o coração a mãe. 

Meses mais tarde a dor da perda foi substituída pela felicidade do novo! Karine engravidou novamente, desta vez um menino. Lucas nasceu em julho de 2019 e com uma mancha bem peculiar do lado direito da barriga. Aquelas manchinhas de “nascença”. 

“Quando Lucas nasceu era muito parecido com a Liz. Mas notamos que ele tinha uma mancha no mesmo lado que a nossa filha fez a cirurgia. Sempre achamos a mancha linda e marcante e pensávamos que deveria ter algo haver com nossa Liz”, disse a mãe.

Mas neste fim de semana a tia de Lucas fez uma descoberta que só confirmou a presença de Liz na família: o sinal tem um formato perfeito de coração. 

“Eu simplesmente não acreditei, meu coração explodiu de emoção. Não existem coincidências nessa vida, em tudo há Deus. Eu sempre soube que nossa filha estaria conosco em todos os momentos de nossas vidas”, relatou Karine. 

Para Karine, além da aparência física Lucas tem também tem o coração da irmã para sempre em sua pele. Com fé em Deus, a família leva uma vida tranquila com o entendimento que Deus “nunca prometeu somente de vitórias, mas prometeu estar presente em todos os momentos”.

“Minha família é exemplo de luta, fé, união e acima de tudo muito amor! Obrigada Deus, por tudo, foi pela dor que me tornei tua serva, e é por amor que te seguirei pra sempre. Nossa família pertence a Deus”, agradeceu a mãe.