Uma bebê recém-nascida foi enterrada viva. A criança havia sido declarada morta após o nascimento e a família decidiu enterrar a menina em um cemitério próximo do hospital. O caso ocorreu no dia 23 de maio, em Banihal, na Índia.

No entanto, por sorte e tradição, os moradores da região foram contra o enterro naquele local e obrigaram a família a desenterrar o corpo e levar o caixão para onde estavam sepultados os ancestrais da família. Foi justamente nessa mudança que a bebê começou a chorar dentro do caixão. Quando a criança foi retirada do túmulo, os pais viram que a menina estava viva.

O caso repercutiu em vários países e foi considerado uma “negligência médica total”. O erro teria ocorrido pelos funcionários do Hospital Subdistrital em Jammu, onde a bebê foi dada como morta. Segundo a imprensa indiana, a menina “foi encontrada viva” quando a família cavou o túmulo, aproximadamente uma hora depois que ela foi enterrada.

 

Tratamento especializado

Após o ocorrido, a garotinha foi levada de volta ao hospital onde nasceu e então foi encaminhada para outro hospital em Srinagar, para tratamento especializado. As notícias sobre o quadro da bebê são positivas. Ela passa por acompanhamento médico e está em boas condições de saúde. Até o momento do fechamento desta matéria, não havia nota oficial sobre o que levou os médicos ao diagnóstico de morte prematura.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Litoral Sul