#Pracegover Na foto, calda da baleia depois de um salto
Foto: Reprodução

Um pescador flagrou o momento em que uma baleia-jubarte pulava na água, esguichava, batia barbatanas, a calda e dava um show de malabarismo. O espetáculo aconteceu na nesta quarta-feira (30 de junho) nas proximidades da Ilha de Mandijituba, no Arquipélago das Graças, em São Francisco do Sul, Litoral Norte do Estado.

As imagens foram divulgadas neste fim de semana pelo Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (Univille). O Projeto publicou um vídeo com compilado dos comportamentos característicos da baleia-jubarte e consultou os parceiros do Projeto Baleia Jubarte e mostrou significado de cada movimento.

Exposição e Batida de Nadadeira Peitoral: a batida da nadadeira peitoral é um movimento “convidativo” – geralmente feito pela fêmea do grupo e sugere corte, para chamar a atenção.

Batida da nadadeira e pedúnculo caudal: a batida caudal é tida como um comportamento mais agressivo, até intimidador. A realização desses comportamentos ativos serve para o desenvolvimento da musculatura, da habilidade motora e da coordenação. Para os filhotes, pode estar relacionado a um processo de aprendizado através da “brincadeira”.

Saltos: são considerados um show de coreografia para quem assiste. A baleia-jubarte pode projetar até 2/3 do corpo para fora d´água. Para esse comportamento, existem algumas hipóteses: exibicionismo, no caso de machos apresentando-se para fêmeas; intimidação entre machos; o som do impacto do corpo da baleia na água, como forma de estratégia de comunicação.

O salto ainda pode ser utilizado para eliminar parasitas e cracas, que ficam aderidas ao corpo da baleia e como forma de oportunidade de observar o que acontece na superfície.

Agora que já entendeu cada movimento, assista a cada um deles.


Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul