#Pracegover foto: na imagem há o mar, uma baleia, uma pessoa e pedras
#Pracegover foto: na imagem há o mar, uma baleia, uma pessoa e pedras

A carcaça de um filhote de baleia jubarte chamou atenção de quem passou pelo costão da praia de Itapirubá, no Norte de Imbituba neste domingo (17). O animal encalhou e morreu. Ela foi encontrada por moradores e pescadores da região, que acionaram o Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS)/Udesc na manhã deste domingo.

O animal é monitorado pela PMP-BS/Udesc, que deverá tirar o mamífero do local em breve. Por estar preso sobre as pedras e por causa das condições climáticas não é possível fazer a remoção do corpo. Alguma atividade atípica poderia colocar em risco quem tentar se aproximar do local.

Somente neste ano mais de 150 baleias foram encontradas mortas no litoral brasileiro. Santa Catarina é o Estado que mais registrou encalhes de baleias jubartes em 2021, segundo o levantamento feito em todo o Brasil pelo Projeto Baleia Jubarte.

O Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos é uma atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal, conduzido pelo Ibama, das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural na Bacia de Santos.

O objetivo do PMP-BS é avaliar possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo sobre as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, através do monitoramento das praias e atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos encontrados mortos.

O PMP-BS é realizado desde Laguna/SC até Saquarema/RJ, sendo dividido em 15 trechos. Em Florianópolis, que corresponde ao Trecho 3, o projeto é executado pela R3 Animal.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul