O festival em Berlim é uma oportunidade única para Luiz alcançar seu maior sonho: entrar no mercado da dança - Foto: Arquivo pessoal

A história do tubaronense Luiz Carlos Berto, de apenas 15 anos, é exemplo de perseverança e inspiração. Recentemente, ele foi convidado a participar da 19ª edição do Festival Internacional de Dança Tanzolymp, que ocorre todos os anos na cidade de Berlim, na Alemanha.

Acostumado com situações adversas, agora Luiz precisa vencer mais um desafio: conseguir recursos para ir até a Alemanha levar o nome de Tubarão, de Santa Catarina e do Brasil para o festival.

Sob a orientação e direção do professor Alex Martins, educador da equipe da Combemtu, onde o Luiz descobriu a paixão pela dança, ele se prepara incansavelmente para, mais uma vez, fazer bonito no palco. O festival alemão ocorre de 17 a 22 deste mês. O adolescente tem pouco dias para conseguir recursos suficientes para ir para Berlim.

Luiz já passou por grandes palcos brasileiros. Um deles foi o do concorrido do Festival de Dança de Joinville, onde conquistou o segundo lugar – Foto: Arquivo pessoal

“O impossível pode se tornar realidade. É um sonho participar de um festival fora do país, visto pelos maiores caçadores de talentos do mundo. É uma grande vitrine e um passo essencial para ingressar no mercado da dança”, valoriza Luiz.

Para o Alex, esta realização vai muito além dos palcos. “A dança tem influenciado seu comportamento, trouxe senso de responsabilidade, disciplina, respeito e compromisso. Ver estas mudanças na sua vida é muito gratificante”, enumero o professor, cheio de orgulho.

Apesar do talento e dedicação, o bailarino não tem patrocinadores e grande parte dos custos da sua participação em competições e festivais, têm sido cobertos por doações, rifas e eventos realizados pela Companhia de Dança dirigida por Alex Martins. Na Combemtu, onde o Luiz é educando há quase 10 anos, todos estão engajados para fazer mais esta etapa do seu sonho se tornar realidade.

“Para a Combemtu é motivo de orgulho ter um aluno como o Luiz. Ele tem uma história de superação e, mesmo mediante tantas situações adversas consegue sempre se superar. Por isso estamos aqui, todos mobilizados para que a nossa comunidade perceba o potencial do Luiz e contribua”, destaca a coordenadora geral da Combemtu, Cristine Gonçalves Medeiros.

Sob a orientação e direção do professor Alex Martins, educador da equipe da Combemtu, Luiz se prepara incansavelmente para, mais uma vez, fazer bonito no palco – Foto: Combemtu

O garoto já participou com grande destaque em eventos nacionais, a exemplo do Festival de Dança de Joinville, onde conquistou o segundo lugar, o Prêmio Desterro, segundo maior festival de dança do Brasil, e o Passo de Arte, em São Paulo, de onde também já trouxe premiação como bailarino destaque.

Hoje, a oficina de dança da Combemtu é um canal importante de inclusão e socialização dos educandos. Cerca de 200 crianças e adolescentes estão integrados nesta prática na instituição.

Apesar de todos os esforços até aqui, Luiz ainda não conseguiu o suficiente para ir ao festival na Alemanha. Qual colaboração é bem-vinda e pode ser feita diretamente com o professor Alex, pelo telefone (48) 99697-0553, na Combemtu, pelo telefone (48) 99851-0169, ou ainda por meio de PIX 10050181971 (no nome do professor Alex Martins).

 

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul