Uma estudante baiana de 16 anos ganhou uma bolsa de estudos integral em um curso de verão da Universidade de Stanford, na Califórnia, e criou uma vaquinha online para conseguir pagar a viagem, que não é custeada pela instituição.

A Universidade de Stanford aparece em rankings mundiais como uma das mais importantes instituições de ensino superior. Em 2017, a universidade ficou em 1º lugar entre as que têm maior empregabilidade. Já no ano de 2018, a instituição foi considerada a 3ª melhor do mundo.

Aluna do ensino médio da rede pública e moradora da cidade de Terra Nova, a cerca de 70 km de Salvador, Quézia Ferreira busca experiência para tentar o ensino superior fora do Brasil. Para isso, a adolescente aprendeu o inglês intermediário sozinha.

A estudante conta que sempre teve vontade de estudar em outros países e que, no início do ano, descobriu os cursos de verão nas universidades estrangeiras. Desde então, Quézia começou a tentar uma bolsa de estudos.

Antes de ser aprovada em Stanford, a garota chegou a ser aprovada na Universidade Wake Forest, na Carolina do Norte, mas o curso não seria gratuito e, por isso, desistiu.

Depois de algumas reprovações em outras instituições e já sem esperança, a estudante foi surpreendida com um e-mail de convocação da Universidade de Stanford, no último dia 4.