Tubarão

Está marcada para o dia 17 de outubro uma audiência pública para discutir a educação infantil em Tubarão. A iniciativa é da presidente do  Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Municipal de Tubarão e Capivari de Baixo (Sintemut), Laura Oppa. "Vamos planejar com a Fundação Municipal de Educação se vai ser o dia todo ou só meio período, e se os professores serão liberados ou apenas alguns representantes", avalia. 

Entre os possíveis assuntos estão a necessidade de ampliação das vagas nas creches e ainda uma avaliação das atuais condições das escolas infantis, adaptações, locais alugados, entre outros. 

Além da fundação, o evento deve reunir Promotoria da Infância e Juventude, Conselho Tutelar, Associação de Pais e Professores das escolas, Conselho Municipal de Educação e até integrantes da Ordem dos Advogados do Brasil.

Ofertas em creches
Pelo Plano Municipal de Educação, 80% das escolas do município terão educação em tempo integral até 2024. Com a ampliação da rede, já há seis novas creches, entre estas o CEI Sete Anões, no bairro Fábio Silva, inaugurada em outubro de 2013, conforme o líder comunitário Gilberto Gazola. No local estudam 87 crianças. 

Segundo dados da Fundação Municipal de Educação, há pelo menos 30 estabelecimentos de ensino na área da educação infantil, o que permite atender quase três mil crianças.