Os presidentes das entidades beneficiadas pelo primeiro Atleta Solidário aprovaram o resultado obtido com o evento.
Os presidentes das entidades beneficiadas pelo primeiro Atleta Solidário aprovaram o resultado obtido com o evento.

Wagner da Silva
Braço do Norte

Como forma de demonstrar transparência em suas ações e também atestar o sucesso do evento Atleta Solidário, idealizado pelo Notisul em Braço do Norte, as entidades envolvidas no evento esportivo divulgaram nesta sexta-feira o resultado final dos recursos arrecadados.

Juntos, os times da Apae, Casa Lar, Hospital Santa Teresinha e Rede Feminina de Combate ao Câncer venderam 910 camisetas-ingressos. Cada instituição recebeu, gratuitamente, do Notisul, 250 camisetas para vender. A Rede Feminina foi a única a negociar toda a cota e arrecadou R$ 5 mil (cada peça custava R$ 20,00).
O recurso será destinado ao pagamento dos médicos que atendem na rede e à compra de material. “Espero que o Atleta Solidário entre para o calendário de eventos do município”, pede a presidenta da entidade, Valdete Volpato Aguiar.

Já o presidente da sociedade do Hospital Santa Teresinha, Edemir Della Giustina, cuja equipe foi a campeã da disputa, informa que a entidade vendeu 231 camisetas. O valor angariado será usado para pagar parte do sobreaviso médico. “Este evento animou a diretoria. Percebemos que há muitas pessoas preocupadas e na torcida para que o hospital sobreviva”, emociona-se.

Para a presidenta da Casa Lar, Maria Giorgina Fernandes Garcia, o envolvimento de funcionários e pais de crianças atendidas pela entidade foi muito importante. Juntos, eles comercializaram 237 camisetas (R$ 4,74 mil). O dinheiro será destinado à compra de uma van para transporte os alunos.

A diretora da Apae, Emidia Fraga, conta que o time vendeu 192 camisetas. “Mas a solidariedade continua mesmo após o evento”, completa. No total, arrecadaram R$ 3,84 mil. O recurso ainda não tem destino definido. “A receptividade e a união das entidades foi muito importante e mostrou que podemos trabalhar em conjunto”, considera Emidia.