Com a finalização dos acessos laterais na PI de Treze de Maio, o motorista que trafega pela BR-101 conta agora com 67 quilômetros de pistas duplicadas e ininterruptas entre Tubarão a Araranguá
Com a finalização dos acessos laterais na PI de Treze de Maio, o motorista que trafega pela BR-101 conta agora com 67 quilômetros de pistas duplicadas e ininterruptas entre Tubarão a Araranguá

 

Jaguaruna
 
A construtora Triunfo, responsável pela duplicação da BR-101 entre Tubarão e Sangão, finalizou a recomposição asfáltica nos acessos a Treze de Maio. Com isso, as pistas laterais à estrutura, utilizadas como desvio, agora servem como acesso ao município interiorano.
 
Por conta do fechamento do desvio, os motoristas devem prestar atenção para a reconfiguração do trânsito neste ponto. Para quem trafegar no sentido sul da rodovia, o acesso a Treze de Maio é feito pela alça lateral da passagem inferior (PI). Para quem está no sentido oposto (norte), o acesso à cidade fica um pouco antes da PI. 
 
Para quem está na SC-441 e deseja ingressar na rodovia em direção ao sul, deve prosseguir pela rua lateral teve o acesso planejado nas imediações do posto de combustíveis.
 
Se quiser seguir no sentido norte da BR-101, o motorista que está na SC-441 deve realizar o retorno no vão inferior da passagem e pegar a esquerda. Todos os acessos estão sinalizados. Esta semana, a antiga ligação entre a SC e a rodovia federal será desativada.
 
A finalização deste ponto era o que faltava para o lote 26 alcançar 100% das obras-de-arte-especiais prontas. Com isso, o motorista conta agora com 67 quilômetros de pistas duplicadas e ininterruptas entre Tubarão e Araranguá.
 
No trecho da Cidade Azul, falta apenas a conclusão de uma obra complementar: a construção do novo posto da Polícia Rodovia Federal. Depois disso, é necessário recuperar a parte de asfalto onde fica o atual posto para completar 100% de pavimentação pronta.
 
Manutenção das pistas
O tempo estável, com pouca incidência de chuvas na região sul do estado nas últimas semanas, tem contribuído para a manutenção das pistas antigas da BR-101. Além disso, a liberações de trechos duplicados, principalmente no lote 26, entre Tubarão e Sangão, e trabalhos de recomposição asfálticas nos lotes entre Garopaba e Passo de Torres, eliminaram pontos de pavimento irregular da rodovia.
Além disso, a baixa quantidade de água sobre as pistas faz com a durabilidade do asfalto seja maior. Os trabalhos de conservação e tapa-buracos, no trechos de pista simples, a exemplo de Capivari de Baixo a Laguna, também são facilitados com o tempo estável. 
Estes serviços, inclusive o de roçada, são feitos este mês em intervalos menores e em conformidade com o cronograma pré-estabelecido pelo Departamento Nacional de Infraestrutura em Transportes (Dnit).