#Pracegoveer foto: na imagem há um explosivo
#Pracegoveer foto: na imagem há um explosivo

O ataque às agências bancárias de Araçatuba, no interior de São Paulo, na manhã desta segunda-feira, deixou ao menos três mortos e cinco feridos. Uma das vítimas, um ciclista de 26 anos, passou pelo local, foi atingido por um artefato e teve os dois pés amputados. Homens fortemente armados fizeram um escudo humano com reféns.

De acordo com a Polícia Militar, pelo menos três pessoas morreram durante a ação criminosa. De acordo com o capitão Alexandre Guedes, do comando da Polícia Militar paulista, uma das vítimas fatais é um morador da cidade. Ele havia deixado a mulher no trabalho e voltou para a região central, onde ficam as agências, para filmar a ação dos criminosos. Ele foi morto a tiros pelos bandidos.

Outro dos mortos é um suspeito, que teria resistido à abordagem dos policiais na zona rural. Guedes ainda não tinha informações sobre a terceira vítima – se seria um refém ou um criminoso.

As vítimas feridas deram entrada na Santa Casa de Araçatuba para receber os primeiros atendimentos. Uma delas foi atendida no Pronto Socorro do município com uma lesão na mão causada por uma arma de fogo.  De acordo com a Santa Casa Municipal, cinco vítimas passaram pelo atendimento no hospital.

Um homem de 28 anos foi baleado no abdomen e está internado na Unidade de Emergência com quadro clínico estável.

Outro ferido é um homem de 31 anos baleado no rosto e nos braços. Segundo o hospital, ele precisou ser intubado e está em estado grave, porém estável.

Outro ferido tem 38 anos e foi baleado nas pernas, braços e na cabeça. A vítima também precisou ser intubada devido a um rompimento de artéria. Ele precisou ser levado ao centro cirúrgico para passar por um procedimento de revascularização do braço direito. A cirurgia começou às 10h e ainda está em andamento. O estado clínico do paciente é grave.

Outra vítima é um homem com 26 anos, o ciclista atingido por um explosivo. Ele sofreu amputações traumática dos dois pés e todos os dedos das mãos. O rapaz também teve ferimentos com estilhaços no corpo. Ele passou por cirurgia no inicio desta manhã e segue na unidade de recuperação pós cirúrgica. O quadro clínico é grave.

Com o objetivo de isolar a cidade, os bandidos incendiaram veículos em pontes de acesso, em uma praça do pedágio e também no centro do município. Por causa do espalhamento de explosivos pelas ruas, as autoridades recomendam aos moradores não saírem de casa e comunicarem à polícia sobre qualquer artefato estranho.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Correio do Povo