Deputado Valmir Comin acusa colegas da Alesc de se apropriar de projeto da entrega da frota à rede de assistência social em algumas prefeituras   -  Foto: Divulgação/Notisul
Deputado Valmir Comin acusa colegas da Alesc de se apropriar de projeto da entrega da frota à rede de assistência social em algumas prefeituras - Foto: Divulgação/Notisul

Tubarão/Florianópolis

A entrega de uma centena de veículos pela Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST) será comemorada por municípios da região. O deputado estadual Valmir Comin (PP), que levou o assunto à Tribuna da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), diz que a distribuição desta frota é fruto de economia das obras lançadas no ano passado, pela Secretaria, período em que atuava na titularidade da pasta.

Mesmo empolgado com a conquista que chega às prefeituras, inclusive a algumas da região, como Armazém, Braço do Norte, Imbituba, Laguna, São Martinho, Tubarão e Capivari de Baixo, Comin não escondeu sua indignação. “Há parlamentares daqui correndo as cidades beneficiadas dizendo que é trabalho seu, que ele fez e liberou o carro. Este trabalho foi planejado por mim, com o apoio de uma equipe que não mediu esforços, que deixou por vários dias e várias horas, de estar junto da família para fazer acontecer, com a sua participação, dedicando seu tempo e conhecimento. Não há espaço para oportunistas nesta história”, desabafa. O deputado complementa que o processo de compra foi desencadeado por meio de uma posição firme, após tirar da gaveta cerca de 80 obras que englobam Cras, Creas, Centros para idosos e Casas de Acolhimento. “Tudo foi feito com muita responsabilidade pela equipe técnica da SST, aprovado pela Secretaria de Estado do Planejamento, com a coparticipação das Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs) e dos técnicos dos municípios que atuaram na fiscalização para garantir celeridade e a qualidade das obras. Sou grato a todos”, pontua.

Ele acrescenta que depois de concluído o processo licitatório, e assinado o contrato com as empresas vencedoras, deixou a Secretaria. Porém, assegurou a aquisição dos veículos para os municípios contemplados. Ação esta que beneficia exclusivamente os profissionais da assistência social, possibilitando o contato direto com as pessoas. “Explico isso em tom de desabafo, indignado por saber que um ‘chupim’ quer tirar proveito de um trabalho que não fez. Fui pego de surpresa, não esperava”, lamenta.

Comin relata ainda que o governo atual chegou a cogitar a possibilidade de cortar a entrega dos veículos destinados a esta pasta. Mas, na próxima segunda-feira, um ato no Centro Administrativo está agendado para a entrega oficial. “Comemoramos este momento sabendo que é resultado da nossa passagem pela Secretaria, de nossa atuação em defesa da melhoria da estrutura para servidores da assistência social em Santa Catarina. Acredito que todas as ações efetivas de prevenção em segurança que buscamos, podem estar em políticas públicas efetuadas por meio da assistência social. A estrutura digna de trabalho possibilita maior êxito nos resultados, e gestão se faz com responsabilidade”, conclui.