Muitos fãs sentiram e reagiram das mais várias formas quando tiveram a notícia da morte do ator e comediante Paulo Gustavo, de 42 anos. Em Braço do Norte, mais do que o sentimento de tristeza pela perda um misto de gratidão e reconhecimento tomou conta do radialista e influenciador digital Maurício Goltz, de 27 anos.

Conhecido como a ‘Dona Hermídia do Rádio’, Maurício conta que o ator foi a sua inspiração. “Paulo Gustavo, por meio da personagem dele, Dona Hermínia, transformou a minha vida sem ao menos conhecer”, emociona-se.

Ele conta que várias vezes mandou recados para Paulo e que sempre teve o sonho de conhecê-lo pessoalmente, sonho este que foi interrompido por conta da Covid-19. “Mas vou continuar fazendo o meu trabalho inspirado nele, levando amor, alegria, e quebrando o preconceito por onde passar, assim como ele fazia esse se tornou um propósito”, afirma.

Maurício conta que por ter sido o pioneiro, Paulo abriu portas nacionalmente. “Pelo fato de me inspirar nele, ter várias características parecidas, possibilitou que minha ascensão fosse rápida. É um trabalho construído tijolinho por tijolinho, e considero que depois de quatro anos e meio de estrada estou na minha melhor fase e devo muito a ele”, acredita.

O radialista explica que as pessoas precisam se inspirar diariamente em pessoas que pregam e fazem o bem. “Acredito que sempre precisamos buscar inspiração em coisas boas e sempre transmitir coisas boas, tenho certeza que o mundo será muito melhor”, afirma.

Como lição, Maurício diz que Paulo conseguiu mostrar para as famílias ditas tradicionais, que dois homens podem ter filhos e que isso também é família tradicional. “Assim como me inspirei nele, espero que um dia possa ser inspiração para alguém. Se inspirar uma única pessoa todo o trabalho já terá valido a pena”, avalia.

 

O começo

Maurício lembra que já era fã do artista, mas a sua história começou após assistir o segundo filme da personagem Dona Hermínia. “Saí do cinema pensando: meu Deu! Que artista! Ele sendo um homem interpretando uma mulher, mãe e principalmente para frente e muito amor, cuidando dos seus filhos e ao mesmo tempo sem travas na língua”, detalha.

Para ele foi naquele momento que a ‘sementinha foi plantada’. Na época o jovem já trabalhava na Rádio Verde Vale, porém fazia apenas edição de áudios e vídeos. “Mas jamais nos microfones da rádio. Sempre fui de conversar bastante, sempre gostei de fazer palhaçadas, mas nunca pensei e levar isso como um trabalho profissional”, afirma Maurício.

Em um certo dia, foi convidado para falar em um programa da rádio, mas não se sentia confortável por não gostar muito de sua voz. “Nunca curti muito minha voz, sempre achei muito fina e anasalada, acreditava que para o rádio era necessário uma voz de radialista”, comenta.

Mas se fosse para encarar o microfone, Maurício acreditava que precisaria criar um personagem. “Pensei, vou ser uma mulher, mas para ser uma mulher, a única que me inspira e que combina comigo, era a dona Hermídia. Então pensei em ser uma versão paraguaia dela, acessível, baratinha aqui na nossa região”, relembra.

 

Do ar para as tuas

A partir daquele momento, Maurício ficou conhecido como a ‘Hermídia do Rádio’. “O pessoal gostou e começaram a surgir convites para fazer propaganda”. Ele lembra que primeiro trabalho foi de uma empresa de Tubarão. “Quando acertei com eles foi por telefone. A decepção deles foi enorme quando apareci vestido de homem”, pontua.

O radialista conta que eles achavam que a Hermídia da Radio Verde Vale se vestia e se montava como a Hermínia, mas ele não havia iniciado o processo de caracterização. “Não tinha noção do reconhecimento que já tava começando a ter. Foi bem decepcionante tanto para os clientes, ouvintes, quanto para mim. Naquele momento percebi que se eu quisesse dar vida à personagem teria que me vestir como tal”, avalia.

Em 2017, Maurício tirou a barba, colocou a peruca, utilizou uns moldes da Hermínia como os bobes e a saia rodada, e começou a dar vida para Hermídia. “Criei minhas redes e iniciei os trabalhos com redes sociais e eventos. Tudo graças ao trabalho na rádio”, ressalta.

 

Atualmente

Com a pandemia e a inviabilidade de participar de eventos, os trabalhos passaram a ser mais voltados para divulgação por meio de lives e vídeos de humor. “Tanto no instagram com quase 30 mil seguidores, tic-toc com cerca de 50 mil e no facebook com 10 mil. Somando tudo dá em torno de 100 mil seguidores em redes sociais”, comemora.

Para Maurício, a inspiração que teve por meio do trabalho de Paulo Gustavo é algo que levará por toda a sua vida. “A inspiração me levou ao meu trabalho. Hoje praticamente só com a dona Hermídia, é de onde tiro o meu sustento. Imensa gratidão ao fato de abrir muitas portas para as pessoas que como eu, lutam para levar alegria, igualdade e amor para as pessoas”, finaliza.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul