Participaram da passeata estudantes das Escolas Noé Abati, Maria Emília Rocha, Aderbal Ramos da Silva e Adventista. - Foto: Priscila Loch/Notisul.
Participaram da passeata estudantes das Escolas Noé Abati, Maria Emília Rocha, Aderbal Ramos da Silva e Adventista. - Foto: Priscila Loch/Notisul.

Tubarão

Crianças, adolescentes e jovens tiveram uma manhã diferente, ontem, no bairro Andrino, em Tubarão. Uma passeata, seguida de uma ação social, mobilizou a comunidade com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre os malefícios causados pelas drogas.

O ponto de início ocorreu em frente ao Mercado Machado. Cerca de 120 participantes realizaram o trajeto até a Escola de Ensino Fundamental Noé Abati, onde foram oferecidas várias atividades. A banda musical da instituição abrilhantou a passeata. 

O evento foi promovido pelo Clube de Desbravadores Tubarão, juntamente com outros dois convidados – Clubes União (desbravadores) e Aventureiros União Junior.  “O objetivo proposto foi alcançado. Focamos na conscientização sobre o uso das drogas lícitas, que são o álcool e o cigarro. As pessoas pensam que são inofensivas e muitos pais fazem uso, mas são a porta de entrada para as outras drogas, as ilícitas, por isto são tão problemáticas quanto estas que são proibidas”, alertou o diretor associado do Clube de Desbravadores de Tubarão, o policial militar Jean Carlos.

Na instituição, diversas ações foram oferecidas à comunidade, como corte de cabelo, teste de glicemia, distribuição de mudas, brinquedos para as crianças e exposição de artes manuais produzidas pelos desbravadores. Além da Noé Abati, também participaram estudantes das Escolas Maria Emília Rocha, Aderbal Ramos da Silva e Adventista. 

 

O trabalho do Clube de Desbravadores
É uma instituição social e recreativa que visa o desenvolvimento físico, mental, social e espiritual de crianças e adolescentes. O clube promove reuniões aos domingos, das 9 às 11h30min, no salão da Igreja São Braz, no bairro São Clemente.