Cíntia Abreu
Tubarão

A constante inovação do Notisul não para na mudança visual, feita há pouco mais de dez dias. Trazer pessoas para integrar a equipe e confiar-lhes a missão de criarem debates e gerarem ensinamentos também fazem parte da proposta da empresa.
É por isso que o leitor do Notisul passará a contar com mais uma preciosidade: A mestra Amaline Mussi agora integra o seleto time de colunistas e articulistas no Notisul. “Certeza, interrogação e vibrações. Aqui, apenas o entusiasmo não é oscilante”, pincela Amaline, em relação a sua estreia, hoje (confira na página 10 desta edição).

Com a formação em letras, francês, inglês, espanhol e literatura brasileira, a mestra interagirá com o leitor através da coluna Na Ponta da Língua. Sempre às quartas-feiras. “É uma coluna de todos nós, um fazer de todos, protagonistas e estudiosos postos em contato, em convergência para os demais voos”, adianta Amaline.
A especialista em linguística aplicada ao ensino de língua portuguesa, mestra em literatura brasileira, conta que seu cotidiano é rico e desafiador. “Leciono, planejo, integro equipes, trabalho em edição de livros, revisões. É parte do melhor de minha vida”, expõe Amaline.

Mais relevante do que títulos acadêmicos – inúmeros no caso da mestra – o título essencial segue em construção. “Falo da ciência da coisa humana. E para aperfeiçoá-lo integro os estudos efetuados na Cátedra, da Unisul”, salienta a professora.
Hoje a educadora integra a equipe de professores no mundo virtual, através da UnisulVirtual. “Sou uma orgulhosa professora, educadora on-line e revisora textual daquela equipe”, acrescenta Amaline.

Para a coluna, a mestra aposta nas novas regras ortográficas como ponto de partida. “Trata-se da concreta evolução de práticas normatizadoras, voltadas à pura estocagem mental , para a compreensão dos processos de comunicação”, sublinha a articulista.
Ela salienta que as modificações dão abertura para ético-estética na apreensão, e no uso da fala. “Falo da efetiva inserção social”, ressalta Amaline.