Armado com uma faca, um homem foi morto com um tiro no peito por um policial militar na manhã desta sexta-feira na Rodoviária de Porto Alegre. De acordo com a Brigada Militar e a Polícia Civil, ele estava ameaçando pessoas na estação e tentou agredir um homem, de 56 anos.

“Como o autor da ocorrência não queria se desarmar de forma alguma foi necessária intervenção com arma letal. Era uma ameaça iminente à vítima”, afirmou o tenente Coronel Marcelo Giusti, chefe do centro de manutenção tecnológica da Brigada Militar. Os policiais que estavam na ação são desse departamento na BM e estavam fazendo uma operação de rotina na Rodoviária.

A titular da 2ª Delegacia de Homicídios da Polícia Civil, Roberta Bertoldo, também afirmou que a ação foi necessária para evitar a morte do homem ameaçado. “Ele estava fazendo ameaças e avançou sobre uma pessoa idosa. A Brigada Militar não teve outra saída a não ser fazer o disparo. Foi necessário efetuar esse disparo para salvar a vida”, disse Roberta. De acordo com a delegada, o homem morto era conhecido na rodoviária e costumava cometer crimes na região.

O homem que foi ameaçado com a faca relatou que estava tomando um café quando foi abordado. “Eu estava sentado tomando um café e ele tentou me tomar como refém. Ele veio gritando que estava pelo crime e com a arma na mão”, relatou.

A Polícia Civil ainda vai tentar identificar o homem morto, que não estava portando documentos de identidade.