Amanda Menger
Tubarão

Na terça-feira da próxima semana, completam os dois meses de prazo dado pelo governador Luiz Henrique da Silveira (PMDB) para que os projetos complementares da Arena Multiuso sejam concluídos. Os 60 dias foram estabelecidos durante visita do governador a Tubarão, em maio, quando foi apresentado a ele o projeto arquitetônico revisado da arena.

“Aguardamos os projetos complementares. Com a apresentação, passaremos à fase de convênio entre estado, município e Unisul, até porque sem estes projetos não poderemos saber efetivamente quanto custará a arena. Até agora, só temos uma estimativa de custo de R$ 10 milhões”, explica o secretário de desenvolvimento regional em Tubarão, Jairo Cascaes (DEM).

O governador já confirmou que o estado deverá entrar com R$ 6 milhões e os recursos virão do Fundo Social. “Para isso, precisamos melhorar a arrecadação de Tubarão para o fundo. Nós pensamos em fazer uma reunião com a Associação Empresarial de Tubarão (Acit), com a prefeitura e com o gerente regional da fazenda, Pedro Hermínio, para definir como será a campanha para sensibilizar os empresários a destinarem os seus impostos ao Fundo Social”, diz Jairo.
O projeto tem espaço para ginásio de esportes, teatro, concha acústica, praça de alimentação, salas para eventos e estacionamento.

O ginásio de esportes tem capacidade para 3,5 mil pessoas e o teatro para mil lugares. Já a concha acústica, é retrátil e poderá ser utilizada para eventos internos, usando o espaço da quadra esportiva e as arquibancadas. Poderá ser também externo, para shows maiores, com o uso do estacionamento para acomodação do público.