Zahyra Mattar
Tubarão

A prefeitura de Tubarão corre contra o tempo para lançar o edital de licitação para a execução da Arena Multiuso. O empreendimento, o 19º deste tipo no estado, será edificado no antigo Aeroporto Anita Garibaldi.

A obra precisa iniciar até novembro. Caso contrário, o município pode perder o convênio firmado junto ao estado. A previsão, detalha o secretário de desenvolvimento regional em Tubarão, Haroldo Silva (PSDB), o Dura, é que em outubro todos os trâmites iniciem.

A primeira etapa é a habilitação das interessadas. Depois, são abertas as propostas financeiras e, por fim, é anunciado o nome da empresa vencedora do certame. “Conversei esta semana com o prefeito (Manoel Bertoncini – PSDB) e está tudo dentro do cronograma”, confirma Dura.

O convênio para a construção da Arena Multiuso foi assinado no dia 3 de julho. A obra é orçada em R$ 14.339.036,00 – R$ 6 milhões do estado e R$ 8.339.036,00 de contrapartida do município. A parte do estado será repassada em 12 parcelas de R$ 500 mil.

Para este ano, estão asseguradas duas parcelas. A primeira está marcada para novembro, mas somente será liberada se a prefeitura apresentar pelo menos a medição da obra. “Sem plaquinha, sem dinheirinho. Mas tenho certeza do empenho (do prefeito Manoel) para cumprir o prazo”, destaca o secretário.

Possível paralisação
O fato deste ser um ano eleitoral e haver troca de governo em 2011 não preocupa o secretário de desenvolvimento regional em Tubarão, Haroldo Silva (PSDB), o Dura. Isto porque, explica, o restante da verba estadual para a obra da Arena Multiuso (R$ 5 milhões) que ficou para o próximo ano já consta no orçamento. “É uma obra concreta e não será paralisada, a menos que o próximo governador mande, o que não acredito que venha a ocorrer”, valoriza Dura.