Foto: Reprodução

Na manhã desta sexta-feira o Arcanjo-01 realizou o transporte de um coração da cidade de Tubarão para Blumenau. O coração é um órgão muito sensível e tem vida útil muito curta fora corpo, segundo alguns estudos, o coração pode ficar fora do corpo num tempo máximo de 4 horas.

Dessa forma, torna-se inviável o transporte via terrestre, visto que apenas o percurso entre os dois hospitais é maior que 4 horas.

Nesse sentido, o emprego da aeronave foi decisivo, contribuindo para que o receptor, um homem de 45 anos, tenha uma segunda chance de viver. Além do coração, o Arcanjo-01 realizou a condução do médico cardiologista que realizou a captação e foi responsável pelo transplante.

O percurso ocorreu sem intercorrências, sendo o coração e médico, Dr Gaetano Di Giovanni, deixados em segurança no Hospital Santa Isabel em Blumenau próximo das 10h30 deste sábado.

*Com informações da página Repórter Sérgio Guimarães

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul