#Pracegover foto: na imagem há os braços e as mãos de uma criança e um piano
#Pracegover foto: na imagem há os braços e as mãos de uma criança e um piano

Atividades das mais variadas, esportes aquáticos, futebol, vôlei, artes marciais, pintura, xadrez são muitas as opções de iniciativas extracurriculares para as crianças. Ah, a música e tocar algum instrumento também é algo que encanta os menores e seus pais. O piano, por exemplo, de acordo com um estudo realizado por especialistas do Massachsetts Institute of Technology(MIT), dos Estados Unidos, e da Beijin Normal University, da China, pode ajudar a desenvolver mais rápido algumas capacidades da garotada.

Conforme a pesquisa, quando os pequenos começam a tocar piano desde cedo, melhora a maneira como processam o som. Algo que não está só relacionado à música, mas também à capacidade de entender a linguagem. O bacharel em piano erudito, Maico Campos, de Tubarão, relata que este exercício tem sido uma busca constante pelos pais e alunos. Segundo o profissional, eles buscam por uma formação humana diferenciada, com aulas particulares de piano, ao modo clássico.

Na Cidade Azul, o profissional destaca que está à frente do projeto ‘Iniciação ao Piano Clássico à Criança Carente e com Deficiência’, em parceria com o Governo Federal (PRONAC 201271). A iniciativa está em fase de captação, via Mecenato, artigo 18. Empresas de lucro real podem, por meio do projeto, deduzir impostos sem ônus, através do IRPJ: “O projeto, ao modo clássico, transforma crianças vulneráveis em cidadãos autoconscientes. Com inclusão à elevada arte, traz a luz uma nova classe de artistas polidos, livres da desconstrução imposta pela baixa música, resgatando os verdadeiros compositores e grandes mestres”, assegura o músico.

Ele pontua que o piano é um edificante instrumento de transformação, considerado o maior no desenvolvimento dos hemisférios do cérebro. Desenvolve vontade, intuição, disciplina, polidez, memória e raciocínio. Atenuando inércia, autismo, déficit de atenção e hiperatividade.

Maico conta que o Espaço Cultural reconhecido pelo município de Tubarão, a Sala de Piano, foi contemplada nas três modalidades de editais de Cultura do Estado, em 2020. “Só este mês, concorremos com dez propostas junto ao Estado, e fomos admitidos nas dez. Dentre elas, o documentário intitulado ‘Os Benefícios Psicomotores do Piano à Criança Especial’, junto à Fundação Catarinense de Cultura (FCC)”, esclarece.

O espaço, também inclui uma oficina de reforma de pianos, totalmente equipada. “Acolhemos pianos em desuso, e reformamos para doação. Nossa intenção em 2022 é doar sete pianos, em perfeito estado, para Instituições de Assistência da região. Quando entendemos o plano da vida, nos tornamos referencial para elevar a sociedade”, finaliza.

Maico é bacharel em Piano Erudito pela UNIS/MG, com extensão em Produção Musical (Berklee), Music Theory (The U. of Edinburgh, Michigan State U. & California Institute of the Arts) e Classical Music (Yale & National University of Singapore – EAD). Ele promove aulas de piano presenciais que ficam gravadas, sem cobrança de inscrição: “Minha visão de servir aos outros, decorre de uma outra atividade cultural que tenho”. O pianista, é Coordenador de Ensino da Eubiose, escola iniciática de cunho cultural, porém discreto. O trabalho do pianista, pode ser conferido em @maicocampospiano no Instagram.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul