A professora aposentada de 92 anos, Ione Nóbrega, estava apática e doente alguns dias antes de se oferecer para ensinar sua recém-contratada cuidadora Maria, de 35 anos, a ler e escrever.

“Quando a vovó soube disso, tratou logo de perguntar se ela queria aprender. Com a resposta afirmativa, vovó começou a ensinar”, contou a neta da aposentada.

A cuidadora, mãe de três filhos aceitou a proposta imediatamente, mas o que ela não esperava era ao dona Ione voltar a ensinar, alfabetizar e dar conselhos – coisas que fazia quando lecionava – trouxe à tona suas melhores memórias afetando positivamente seu corpo e sua mente, trazendo-lhe vitalidade e bem-estar com a vida.

Dona Ione mora em Fortaleza, no Ceará. Ela já foi proprietária do tradicional colégio Instituto Nóbrega, sediado na capital cearense.

Sua neta ainda afirmou que voltar a fazer o que gostava, trouxe para sua avó resultados incríveis e que ela “parece mais nova” depois de voltar a ensinar.

“Ganha a Maria com conhecimento, ganha a vovó com rejuvenescimento e ganhamos nós que podemos presenciar uma cena tão linda e edificante”, comemorou a neta.