Na última terça-feira (9/4), segundo o jornal ABC, no aeroporto de Tirana, capital da Albânia, momentos antes de um avião decolar para  Viena, um grupo de criminosos assaltou a aeronave que levava milhões de euros. Além de usar uniformes especiais, o grupo usou um carro da polícia local para chegar até o ponto. Após roubarem o dinheiro, os bandidos fugiram de bicicleta. 

 

As autoridades da Albânia não disseram a quantia exata desviada, mas estimam que o valor era em torno de 10 milhões de euros. Nos primeiros instantes após o assalto, foi informado para a imprensa que o montante era de 2 milhões. Segundo o jornal Shqiptarja.com, a ação durou apenas 90 segundos. O presidente do país, Ilir Meta, horas antes do acontecimento, viajou no mesmo voo. 

Após efetuarem o roubo, o grupo incendiou o veículo que utilizaram inicialmente. A polícia entrou em confronto com os criminosos e o suposto líder do grupo, Admir Murataj, foi morto com um tiro na cabeça. Murataj estava foragido desde que foi condenado a 127 anos de prisão no passado. O restante dos comparsas estão desaparecidos. Autoridades seguem à procura deles.