Jantar também homenageia as 200 empresas que mais geram impostos ao município.

Priscila Loch
Tubarão

Tubarão arrecadou no primeiro quadrimestre deste ano R$ 29.267.954,76 com IPTU, taxa de lixo, ISS, ITBI, taxa de bombeiro, alvarás, protocolos, certidões e outros tributos. No mesmo período, foram repassados ao município R$ 14.655.550,17 de ICMS. Estes e muitos outros números são apresentados no Anuário Econômico de Tubarão, que será lançado na noite desta quinta-feira, em jantar no Clube 29 de Junho, a partir das 20 horas.

Além da apresentação da revista, os 200 maiores contribuintes de impostos municipais e estaduais serão homenageados pelo Notisul com o troféu Eliane Fernandes. O ranking foi montado com dados fornecidos pelas secretarias municipal e estadual da Fazenda.

O anuário é um verdadeiro guia sobre os setores que mais movimentam as finanças no município. Agricultura, comércio, indústria, serviços, educação, saúde, turismo, cultura, esporte… Os segmentos que fazem de Tubarão um polo regional são apresentados por meio de gráficos, tabelas, análises, fotos, entrevistas e artigos de lideranças.

A data foi marcada propositalmente às vésperas do aniversário de 147 anos da cidade, comemorado no próximo sábado, 27 de maio. Trata-se de um presente para os tubaronenses, com as principais perspectivas e os desafios a serem superados em busca do desenvolvimento mais pleno possível.

Principalmente em tempos de crise, é necessário projetar, planejar, buscar parcerias, ser criativo. O sul catarinense por muitos anos não recebeu os investimentos mínimos e agora se fala muito que é a bola da vez. Que assim seja, e Tubarão está de portas abertas para quem quer investir, empreender, prospectar!