Amanda Menger
Tubarão

Uma das maiores reclamações em Tubarão são os animais abandonados nas ruas. Desde 2006 há lei (número 48) prevendo a implantação de um canil municipal. Porém, até o momento, o projeto não saiu do papel. E por enquanto não há previsão.

“O terreno mais apropriado é o que fica atrás do cemitério Horto dos Ipês, mas ainda não podemos dizer que será lá. Precisamos verificar os custos. Os responsáveis por levantar os dados já concluíram o trabalho, mas ainda não tomei conhecimento”, revela o secretário de agricultura da prefeitura, Anselmo de Bona Melo. A pasta da agricultura ficou responsável pelo projeto por ter médicos veterinários no quadro funcional. No ano passado, o prefeito Carlos Stüpp (PSDB) solicitou aos secretários da prefeitura mais empenho na solução do problema.

A lei prevê que o canil servirá para abrigar os animais que estão soltos nas ruas com a castração dos mesmos. “Isso significa um custo muito alto, com medicamentos, comida e ainda há os profissionais que farão a castração dos animais de famílias de baixa renda. Precisamos observar de onde virão os recursos e a previsão orçamentária para isso”, explica o secretário.

Segundo Anselmo, também não há como garantir que o canil poderá ser implantado ainda este ano. “Não temos como afirmar isso. Pode ser que sim, pode ser que não. Nas últimas semanas o foco dos trabalhos tem sido as obras de pavimentação das ruas para a construção do anel viário”, justifica ele, que também é responsável pela pasta do desenvolvimento urbano e serviços públicos.