Após uma reunião extensa com os prefeitos da Associação Municípios Região de Laguna (Amurel), na manhã desta quinta-feira (25), outra reunião ocorreu em Imbituba no período da tarde. No gabinete que coordena as ações de combate à epidemia foram discutidas as próximas medidas a serem adotadas.

O prefeito de Imbituba Rosenvaldo da Silva Júnior, conta que há uma grande preocupação tendo em vista os números atuais. “Mostram que precisamos ter um cuidado maior, porque de acordo com a plataforma de risco do Estado, na região da Amurel, subiu o risco, passamos para um risco em potencial grave”, alerta.

Por conta disso, a reunião tratou das novas medidas que serão adotadas nos municípios da Amurel. “Decidimos discuti-las em conjunto. Se sugere a adoção de novas medidas de controle. Esse risco em potencial grave é visto hoje por conta de termos um aumento de casos em toda a região da Amurel”, reforça Rosenvaldo.

Houve também, segundo o prefeito, aumento na taxa de ocupação dos leitos de hospitais por conta do coronavírus. “Um aumento na taxa de ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) em nossa Região por conta do coronavírus é preocupante”, pontua.

“Hoje na região da Amurel nós temos disponíveis, leitos vagos, para pacientes com coronavírus, apenas sete, para toda a região da Amurel. Então mostra que se não tivermos cuidado, poderemos enfrentar em nossa região uma situação crítica”, avalia o prefeito.

Por conta disso novas medidas serão adotadas e a prefeitura deve publicar o decreto amanhã. “Muitas das medidas já são de conhecimento, até porque outros municípios já estão adotando. Quero deixar claro que levamos em conta sempre a situação econômica, porém neste momento é importante focar na necessidade de protegermos a vida”, alerta.

Sobre a durabilidade das medidas, Rosenvaldo explica que algumas restrições serão tomadas a princípio pelo prazo de quinze dias. Elas serão analisadas, e claro, flexibilizadas dentro do que for possível e quando possível.

O comercio continuará em funcionamento. “Não teremos muitas alterações com relação ao comércio, teremos alteração com relação a frequência, ao uso das praias, com relação a horários de bares, restaurantes, no sentido de coibir os abusos que inclusive estavam acontecendo, aqui e em outras cidades da região”, ressalta o prefeito.

Outra preocupação é com a possibilidade de turistas na região da Amurel. “Temos uma preocupação também porque grandes cidades como Florianópolis, Porto Alegre e região Metropolitana, tem determinado fechamento inclusive maior. Com isso muitas pessoas podem vir para a nossa cidade a título de turismo, que nesse momento também queremos coibir”, pondera o prefeito.

Rosenvaldo pede a responsabilidade e a atenção de todos para o cumprimento das regras de distanciamento, de uso da máscara que passa a ser obrigatório em toda a região da Amurel. “A não utilização das máscaras, implicarão em multas pelo descumprimento, no sentido, de proteger a vida. Contamos com a colaboração de todos e amanhã anunciaremos com detalhes as medidas a serem adotadas”, finaliza.