Comer um dente de alho por dia pode ser sua melhor aposta para manter a saúde em ordem e nos proteger contra bactérias, garante pesquisa.

O estudo, focado em uma bactéria chamada Campylobacter, que é uma das mais comuns no mundo, foi realizado pela Universidade Estadual de Washington e publicado no Journal of Antimicrobial Chemotherapy. Campylobacter é também a responsável por muitas doenças causadas por alimentos que provocam diarreia, febre e dor abdominal.

Os pesquisadores descobriram que o alho é capaz de matar essa bactéria 100 vezes mais eficazmente do que os antibióticos comuns, como a eritromicina e a ciprofloxacina.

Mas as vantagens de incluir o alho na sua dieta não param por aí. Confira todos os benefícios do alho para a saúde:

1. Fortalece o sistema imunológico

O alho é rico em vitamina A, B1, B2 e C e, para ter suas propriedades acentuadas, deve ser consumido cru. Ajuda a prevenir, principalmente, os sintomas de gripes e resfriados e reduz a probabilidade de você ficar doente devido a uma virose.

2. Combate vírus, bactérias e fungos

A maioria dos efeitos benéficos do alho sobre a saúde é causada pela alicina, um dos compostos de enxofre formado quando um dente de alho é picado, esmagado ou mastigado. A alicina entra no corpo a partir do trato digestivo e viaja por todo o organismo, onde exerce seus potentes efeitos biológicos.

3. Diminui a pressão arterial

Além de diminuir a pressão arterial, o alho previne contra a trombose (coágulo nas veias e artérias), por facilitar a circulação sanguínea. O tempero se mostrou ser tão eficaz na redução da pressão arterial quanto o atenolol (medicamento indicado para tratamento de hipertensão, angina e arritmia cardíaca).

4. Desintoxica o organismo

Um estudo mostrou que o alho foi capaz de reduzir significativamente a quantidade de metais pesados tóxicos no sangue, evitando, inclusive, dores de cabeça.

5. Evita problemas cardíacos

Certos compostos encontrados no alho são capazes de reduzir o colesterol ruim, evitando que a gordura grude nas paredes arteriais. Isso diminui o risco de doenças cardiovasculares, como infarto e derrame cerebral.