Letícia Matos
Tubarão

A um mês do Natal, comerciários e lojistas de Tubarão ainda não chegaram a um acordo sobre o horário especial que antecede as festas de fim de ano. E a decisão? “Não tem mais acordo”. É o que afirma a presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Tubarão e Região, Elizandra Rodrigues Anselmo.

No início das negociações a sugestão do Sindicato do Comércio Atacadista de Tubarão e Região (Sindilojas) era começar o horário especial no dia 1º de dezembro, próxima segunda-feira, com abertura durante a semana das 9 às 22 horas, aos sábados das 9 às 20 horas e aos domingos das 16 às 22 horas. Já os representantes dos trabalhadores pediam para abrir a partir do dia 7 de dezembro e aos sábados das 9 às 17 horas.

Desde então assembleias ocorreram nos dois sindicatos até que na segunda-feira os trabalhadores aceitaram a contraproposta do patronal, porém no mesmo dia à noite os lojistas mudaram a proposta. “Eles propuseram abrir a partir do dia 3, o primeiro domingo fechado e dia 26 fechado. Aceitamos. Agora mudaram de ideia e querem abrir dia 4 e todos os domingos abertos. Não faremos nem assembleia. Não há acordo. Vamos nos manifestar, pacificamente, nas ruas”, lamenta Elizandra.

Os comerciários tinham aceitado também a proposta salarial. Um reajuste de 11% para quem ganha o piso, ou seja, o valor passaria de R$ 1.005 para R$ 1.115,50, já a partir deste mês. Para quem ganha mais que o piso, o reajuste seria de 10,5%. “Agora as negociações zeraram e não aceitamos mais nada”, reforça. “Entraremos em contato com a superintendência do Ministério do Trabalho, em Florianópolis”, concluí.

Sindicato do Comércio Atacadista
• Início do horário de Natal: 4 de dezembro.
• Três domingos abertos.  

Sindicato dos Trabalhadores do Comércio
• Início do horário de Natal: 3 de dezembro.
• Primeiro domingo fechado.