Zahyra Mattar
Laguna

A avenida Senador Gallotti, no Mar Grosso, em Laguna, é um dos principais redutos do comércio do balneário. Além disso, é o principal acesso para os muitos pontos da praia, prédios e outros lugares da cidade. O problema é quando chove. Literalmente, um rio se forma em cima do asfalto e das calçadas. Lojas e outros comércios são invadidos pela água.

Um exemplo é o que ocorre no mercado Litoral. Para entrar ou sair, os consumidores brincam que é necessário utilizar uma canoa. “Improvisamos uma passagem de madeira para os clientes. Mas as reclamações são inevitáveis. Na minha opinião, este é um ponto que precisa ser solucionado com rapidez porque fica feio para a cidade. Nesta época do ano temos muitos turistas”, avalia a proprietária do estabelecimento, Marciana de Cordova.

O secretário de governo da prefeitura de Laguna, Jefferson Crippa, admite o problema e garante que a solução está a caminho. Porém, a obra, neste momento, poderia inviabilizar o Carnaval. E neste aspecto ambas as partes (comércio e prefeitura) concordam. Segundo Crippa, o problema é ocasionado devido ao grande volume de areia nas tubulações.

O fato do sistema de drenagem da avenida ser bastante antigo, e não ter sido refeito quando a estrada foi asfaltada, também justifica o alagamento. “A prefeitura já iniciou o trabalho topográfico na rua, especialmente nos pontos mais críticos: próximo ao Supermercado Litoral, ao Destak e ao Hotel Fliper. Assim que Momo for destronado, a obra deverá ser executada”, explica o secretário, sem perder o bom humor.