Trecho de um quilômetro da ciclovia começou a receber a nova capa asfáltica ontem.
Trecho de um quilômetro da ciclovia começou a receber a nova capa asfáltica ontem.

Tubarão

O recapeamento asfáltico da ciclovia da avenida Marcolino Martins Cabral, no centro de Tubarão, iniciou ontem. Cerca de um quilômetro do espaço recebe uma nova capa de qualidade. O trabalho, executado no trecho entre as ruas Eugênia dos Reis Perito (rótula do Socimed) e Natal (ao lado do Giassi), deverá ser concluído hoje.

A obra integra o ‘pacotão da pavimentação’, anunciado no fim do último mês pelo prefeito Manoel Bertoncini (PSDB). Até agora, já receberam nova capa asfáltica as ruas Recife (no bairro de mesmo nome), Florianópolis, Manaus e Uruguai (estas três na Vila Moema).

Na sequência, será recapeada a rua Guilherme Willemann, no bairro Passagem. Esta, inclusive, era para ter sido a primeira do pacotão, mas o cronograma precisou ser alterado porque a rua não tinha as travessias para as caixas coletoras de drenagem.

O mesmo ocorreu com a rua Augusto Hülse (atrás do Presídio Regional), no bairro Humaitá de Cima, onde será feita a pavimentação com lajotas. “Não adianta fazer o asfalto e ver tudo alagado e destruído pela chuva depois. Os moradores reclamam porque parece que ficam por último, mas a alteração é para garantir qualidade”, valoriza o secretário de desenvolvimento urbano da prefeitura, Nilton de Campos.

Reconstrução da drenagem na beira-rio está quase pronta
Mais de 45 caminhões de pedra já foram utilizados na reconstrução da rede de drenagem na margem esquerda do Rio Tubarão, próximo à cabeceira da ponte Manoel Alves dos Santos, no bairro Morrotes. Parte do morro e da calçada desbarrancaram devido às chuvas do fim do mês passado.

A obra, realizada pela prefeitura, envolve a reconstrução da tubulação e o aterramento da barranca. A base do aterramento e o novo duto de drenagem, com 13 metros de comprimento, já estão prontos. A previsão é que o serviço seja finalizado em dez dias.