Amanda Menger
Jaguaruna

Com poucos dias de chuva em março (a precipitação ficou abaixo de 150 milímetros) as obras do Aeroporto Regional Sul Humberto Ghizzo Bortoluzzi, em Jaguaruna, avançaram. A avaliação é considerada positiva pelo engenheiro responsável João Carlos Albano.

A terraplanagem e as fundações do futuro terminal de passageiros e núcleo de proteção ao voo, subestação, abastecimento de água e tratamento de esgoto estão concluídas. A fase agora é de concretagem do baldrame. Este é o tipo mais comum de fundação, é formada por uma viga, de concreto simples ou armado, construída diretamente no solo, dentro de uma pequena vala. “Como o clima está bom, estamos aproveitando todo o tempo disponível para trabalharmos. O cronograma está dentro do previsto e a nossa expectativa é concluir a obra em fevereiro”, assegura o engenheiro.

Esta fase, de concretagem do baldrame, deve ser concluída em 60 dias. “Só depois disso é que começaremos a levantar as paredes de alvenaria”, diz Albano. A rede de energia já foi instalada pela Celesc e os poços já foram perfurados para abastecer o canteiro de obras com água.

Acesso
Em até 60 dias, deve ser lançado o edital de licitação das obras do acesso ao Aeroporto Regional Sul pela BR-101. A construção está avaliada em R$ 15 milhões e é uma parceria entre o governo do estado e a União, já que os recursos são federais, e quem fará a licitação e a fiscalização da obra é o estado. A expectativas dos empresários da região é que as obras do acesso sejam finalizadas até fevereiro, mesma data da segunda etapa.