Bertoldo Weber
Braço do Norte

Nos últimos dias em Braço do Norte, comenta-se muito sobre o caso de suposto crime eleitoral que envolve o candidato a vereador eleito Laércio Michels Júnior (PSDB). O advogado do candidato, Valmir Meurer Izidorio, esclarece que não há nenhum elemento probatório que possa gerar a cassação.

Segundo ele, a versão é conturbada. “No dia da eleição, o candidato não manteve qualquer contato com o eleitor que foi conduzido até a delegacia. É a palavra do eleitor contra a palavra do pai do candidato”, declara.

Valmir diz que ainda falta ser concluído o inquérito policial. “Nem se sabe se irá existir a ação ou não”, lembra. Ele ressalta que se houver realmente o processo contra o candidato eleito, pedirá que seja remetido para outra comarca e zona eleitoral para que seja analisado e julgado.

O advogado esclarece os fatos para desmentir comentários maldosos de que o candidato já estaria cassado. “Ninguém eleito pode ser cassado sem o devido processo legal e os trâmites legais. E deve ser realizada, inclusive, a defesa do envolvido”, conclui.