Florianópolis

Há poucos dias no comando do governo de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira (MDB), destacou que extinguirá 15 Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs) e com isso, serão desligados 185 cargos comissionados. Na região, as ADRs de Braço do Norte e Laguna serão extintas. “Em um decreto assinado por mim, desativaremos 15 secretarias regionais e quatro secretarias. Nesta redução serão extintos 185 cargos”, informou.

De acordo com Moreira, a economia esperada com a medida ficará entre R$ 45 milhões e R$ 50 milhões por ano. Ele anunciou também que a Secretaria de Planejamento ainda fará o remanejamento de atuação das ADRs restantes, já que permanecerão 20 unidades no Estado. “Muitos secretários serão substituídos e acumularão secretarias. Vamos chegar a uma redução de 20% dos cargos comissionados. A folha neste ano teve um acréscimo de R$600 milhões no Estado”, explicou.

Ele também informou que há margem fiscal para receber verba de empréstimo junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para financiar municípios. O Estado possuía 35 destas agências. O fechamento destas unidades irá gerar uma economia anual de R$ 15 milhões aos cofres públicos de Santa Catarina.

Eduardo destacou que as pastas da Saúde e Segurança Pública serão prioridade do governo. Segundo ele, medidas para diminuir a criminalidade no Estado têm sido tomadas.