Naély com os pais, Sidinei e Valneide, e o irmão, Iago. A segunda parte do romance ‘Morte e eu - A vida de uma menina em duas dimensões’ já começou a ser escrita
Naély com os pais, Sidinei e Valneide, e o irmão, Iago. A segunda parte do romance ‘Morte e eu - A vida de uma menina em duas dimensões’ já começou a ser escrita

Bertoldo Weber*
São Ludgero

 
Aos 14 anos, a estudante Naély Pereira Covre é o centro das atenções em São Ludgero, onde mora. Não é para menos! A adolescente lança hoje o seu primeiro livro, o romance Morte e eu – A vida de uma menina em duas dimensões.
 
A conquista de Naély confirma seu gosto e entusiasmo pela leitura e pela escrita, hábitos adquiridos por intermédio da mãe, Valneide Pereira Covre, e também da escola. “Na infância, a brincadeira preferida era escrever livros, até que aos 12 anos ela começou escrevendo e montando um livrinho”, recorda a mãe coruja.
 
Surpresa com o talento da filha, Valneide entrou em contato com algumas editoras no começo deste ano. A resposta veio de imediato. “Inclusive, surgiram propostas para ela escrever artigos para adolescentes. Mas Naély já deixou claro que quer escrever por prazer e não por pressão”, revela a mãe.
 
O livro será publicado pela editora da Universidade de Estudos Avançados (UEA), e foi financiado pelos pais de Naély, inclusive com registro na Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro. O projeto contou com o apoio do colégio Evolução, da prefeitura de São Ludgero, Exit Contabilidade, do advogado José Carlos Pereira e da empresa Kovryflex.
 
Tímida, mas sempre com um sorriso no rosto, a adolescente escreveu o romance em aproximadamente seis meses. Os pais, Sidinei e Valneide Covre, serviram como ‘cobaias’.
“Gosto de saber a opinião deles”, afirma a estudante. Para ela, a paixão é escrever, mas ficou surpresa com a ideia do livro. “Apesar da motivação dos meus pais, minha intenção inicial não era esta. Estou muito feliz com o resultado”, valoriza Naély.
 
* De São Ludgero, especial para o Notisul.
 
Autor repassa lucro de livro para hospital
A formação de uma corrente de solidariedade, com o intuito de contribuir com a literatura e ainda ajudar crianças em tratamento contra o câncer, no Hospital São José, em Criciúma, descreve com exatidão a intenção do autor Gustavo Estanislau, quando publicou, há cerca de um mês, o livro Reflexos do Sentir.
Tudo que arrecada com a venda da obra é revertido para a instituição hospitalar. A primeira edição, com mil exemplares, já rendeu R$ 1.125,00 ao hospital. Gustavo, 30 anos, é especialista e perito administrativo. O livro foi concebido a partir de uma coletânea de textos seus, publicados no Portal Literal. 
O livro pode ser adquirido por R$ 25,00 na livraria Fátima, Unilivros (Unesc), Revistaria Tavares e Sebo’s Alternativo, em Criciúma. Uma camiseta, com o tema da campanha do autor contra o câncer infantil, também é vendida. No fim da ação, neste sábado, uma manhã de autógrafos beneficente será feita na Livraria Fátima, das 10 às 13 horas.
 
O livro escrito pelo perito administrativo Gustavo Estanislau foi concebido a partir de uma coletânea de textos seus, publicados no Portal Literal
 
Serviço
Mais informações sobre o autor, o livro e a campanha podem ser obtidos por meio do site www.reflexosdosentir.blogspot.com.