Carolina Carradore
Tubarão

Atravessar a BR-101 pelo acesso principal a Tubarão (próximo ao posto Fera) quase sempre foi um exercício de paciência. Em horários de pico, o trânsito lento resultava em filas quilométricas.

Há cerca de duas semanas, a situação mudou, e para melhor! Após a liberação da pista sobre o viaduto no sentido sul. Agora, quem segue do centro da cidade para o bairro Humaitá de Cima, por exemplo, consegue atravessar a rodovia em poucos minutos. “Chegava a ficar uma hora esperando na fila. Agora, quando preciso trafegar no sentido norte, passo rapidinho”, comemora o mecânico Fernando Lopes, 20 anos.

O técnico em mecânica Valdo Luiz Coelho, 46, também já sentiu a diferença. Porém, reclama dos desníveis em alguns trechos na pista sob o viaduto. “O tempo em que os motoristas ficavam na fila reduziu consideravelmente. Antes, até deixava de passar por ali e procurava outro caminho. Agora, não preciso mais. Mas os desníveis atrapalham um pouco”, reforça.

O vendedor Vinícios Garcia, 22, também sente o reflexo. “Passo pelo menos uma vez por dia no trevo de acesso à cidade e tinha que ter muita paciência. Nos últimos dias, tudo ficou mais fácil”, opina.

Obras
Com a liberação da pista para o sentido sul do viaduto duplo de acesso principal a Tubarão, as obras chegam a 96%. O pouco que falta refere-se à alça norte, cuja previsão é ser concluída no próximo mês.