Com a liberação do equipamento, o trânsito de veículos e pedestres na região do bairro São Cristóvão fica mais seguro. As ruas laterais ligam os bairros que margeiam a rodovia sem a necessidade da população ter que cruzar a BR-101
Com a liberação do equipamento, o trânsito de veículos e pedestres na região do bairro São Cristóvão fica mais seguro. As ruas laterais ligam os bairros que margeiam a rodovia sem a necessidade da população ter que cruzar a BR-101

Tubarão

 

 
A passagem inferior (PI) de acesso ao bairro São Cristóvão, em Tubarão, está liberada ao tráfego de veículos. A sinalização horizontal nas ruas laterais a estrutura estão prontas. As pistas elevadas foram abertas em junho deste ano. A estrutura tem 14,80 metros de extensão.
 
Com isso, os motoristas devem atentar aos acessos ao bairro, que podem ser feitos pelas ruas laterais ou pelas alças próximas da passagem. Há também uma passagem inferior para pedestres, edificada e liberada nas proximidades da Alcoa. 
 
As pistas inferiores da PI serão usadas para retorno de veículos e acesso às empresas e aos centros comerciais existentes no local. Com o equipamento totalmente finalizado e liberado, as ruas laterais ligam os bairros que margeiam a rodovia sem a necessidade que a população cruze a BR-101.
 
Melhorias em Laguna
Começam na próxima segunda-feira as melhorias no pavimento asfáltico nas proximidades da ponte sobre o Canal de Laranjeiras, em Laguna. O fluxo de veículos segue em pista simples e com mão-dupla. A Polícia Rodoviária Federal vai monitorar o tráfego durante os trabalhos. A meta do Departamento Nacional de Infraestrutura em Transportes (Dnit) é concluir toda a recuperação asfáltica até o fim da próxima semana.
 
Atenção para os desvios
Quem for trafegar pela BR-101 sul precisa redobrar a atenção nos trechos que ainda têm obras, especialmente onde há desvios. Este é o caso do lote 29, entre Sombrio e Araranguá, em Jaguaruna (lote 26), e no trecho entre Laguna e Capivari de Baixo (lote 25).

 
Ibama vistoria obras
Uma equipe do Ibama esteve, esta semana, em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul, a fim de vistoriar as obras de duplicação da BR-101 sul. O objetivo foi verificar o desenvolvimento da obra e o atendimento dos 22 programas ambientais e um estudo, cujos trabalhos são feitos pela Empresa de Supervisão e Gerenciamento Ambiental (Esga) e as supervisoras de obras nos dois estados.
 
No segmento catarinense, foram vistoriadas jazidas em Paulo Lopes, Imbituba, Sangão, Içara, Sombrio e Santa Rosa do Sul, além de obras como os emboques norte e sul do túnel no Morro Agudo, em Paulo Lopes, e as Áreas de Preservação Permanente (APPs) dos rios Sangão, no município de mesmo nome, Esperança e dos Porcos, em Içara.
 
A vistoria terminou nesta sexta-feira, com a elaboração de ata descritiva sobre os principais aspectos vistos, considerações e recomendações, as quais serão encaminhadas à Coordenação-Geral de Meio Ambiente (CGMAB), em Brasília, para conhecimento e providências necessárias.