Ao todo, estão previstas cinco escalas de navios da Costa Cruzeiro ao longo dos três primeiros meses do próximo ano em Imbituba. Em cada parada na cidade, pelo menos 3,5 mil passageiros, sem contar a tripulação destes navios   -  foto: Costa Cruzeiro
Ao todo, estão previstas cinco escalas de navios da Costa Cruzeiro ao longo dos três primeiros meses do próximo ano em Imbituba. Em cada parada na cidade, pelo menos 3,5 mil passageiros, sem contar a tripulação destes navios - foto: Costa Cruzeiro

 

Zahyra Mattar
Imbituba
 
As primeiras tentativas de tornar Imbituba uma rota de embarques e desembarques de cruzeiros, nos anos 90, foi frustrante. Com uma infraestrutura bem inferior à de hoje, a cidade deixou a desejar em receptividade.
 
Agora, com a confirmação da vinda de navios na próxima temporada de verão, empresários e poder públicos estão dispostos a não perder este incremento. Especialmente porque a inclusão de Imbituba na rota de cruzeiros pode gerar retorno para a cidade não apenas na estação mais quente do ano, como também na época da chegada das baleias franca.
 
Organizar e melhorar a infraestrutura parece ser a palavra de ordem no momento. “Nossa atuação será de planejamento. Nas próximas semanas, um grupo de trabalho será estabelecido para montarmos uma boa recepção”, confirma o prefeito José Roberto Martins (PSDB).
 
A intenção, em princípio, é propor um atendimento especial na Praia da Vila, que faz divisa com o Porto de Imbituba. A ideia é disponibilizar serviços como locação de cadeiras e guarda-sóis, incentivar o comércio à beira-mar, como quiosques, e a abertura do comércio da cidade em horário especial.
 
“Vamos reunir todos os representantes de categorias de serviços para não perdermos esta chance. Ainda vibro com esta notícia e tenho certeza que a execução, que ficará a cargo do próximo governo, não deixará nada a desejar”, evidencia Beto.
 
A oficialização de Imbituba como rota de cruzeiros foi feita na última semana pelo diretor geral da Costa Cruzeiros na América do Sul, Renê Hermann, e pelo coordenador de marketing da empresa, Francisco Ancona.
A intenção da empresa é transformar a cidade em um centro no sul do Brasil para receber todos os passageiros de cruzeiros dos três estados.
 
Serão 22 mil turistas na próxima temporada
A primeira escala de cruzeiros em Imbituba será no dia 3 de janeiro do próximo ano. A data marcará uma nova era no turismo do município, onde a atividade cresce acima da média estadual. Ao todo, estão previstas cinco escalas ao longo dos três primeiros meses do próximo ano. E, em cada parada na cidade, pelo menos 3,5 mil passageiros, sem contar a tripulação destes navios, desembarcarão no município. Com isso, projeta-se que Imbituba receberá um mínimo de 22 mil turistas no próximo verão.