Cerca de 600 pessoas entre acadêmicos e profissionais da área do direito participaram desde a última terça-feira até esta quinta-feira da 7ª Conferência Sul Catarinense de Direito, no Espaço Integrado de Artes da Unisul (Bolha). O evento foi promovido pela Ordem dos Advogados do Brasil – 6ª Subseção Tubarão e pela Unisul.

Nesta quinta-feira, último dia do evento, Ricardo Victalino de Oliveira, abordou a temática: ‘Os papéis contramajoritário e representativo do STF no controle de constitucionalidade brasileiro’.  Segundo os estudantes, o evento foi de suma importância e de grande relevância no meio acadêmico.

O tradicional evento – um dos mais importantes da região e consagrado na comunidade jurídica – aborda temas de questões relevantes, ratificando a tradição de promover e aprofundar o debate e a difusão do conhecimento nas diversas searas do direito. Conforme o presidente da 6ª Subseção, Erivelton Alexandre de Mendonça Fileti, a cada ano a procura entre alunos e profissionais para participar da iniciativa tem aumentado. “Temos uma forte parceria entre a OAB Tubarão e a Unisul. Além disso, o apoio total dos advogados da subseção e da coordenação de Direito. O interesse de todos por esse evento cresce muito todos os anos”, destacou.

A 1ª Conferência Sul Catarinense de Direito foi realizada em agosto de 2013 e, desde então, já reuniu mais de uma dezena de palestrantes, debatedores, conferencistas e mediadores para troca de experiências e para discutir temas de relevância para a categoria e também para os estudantes. “Este evento é de grande importância pelo conhecimento repassado e pela troca de experiências com advogados de outras regiões do Estado e do Brasil. Mostrando a qualidade dos nossos professores e da nossa instituição para quem vem de fora”, pontua Fileti.