O Festival de Outono, que acontecerá entre os dias 26 e 28 na Arena Multiuso Prefeito Estêner Soratto da Silva, além da uma extensa programação, lembrará ainda um evento histórico do município: a enchente de 1974, que aconteceu entre os dias 24 e 27 de março. Um período marcado pela tristeza de quem o viveu, mas que agora deve ser visto com outros olhos. O povo tubaronense precisou aprender a ser resiliente, e acima de tudo, a ter esperança de que suas vidas pudessem ser reconstruídas após tamanha tragédia.

Hoje, pode-se olhar para o ocorrido com a alegria de se ter passado por ele, sabendo que se tornou apenas um fato na história da cidade. 48 anos após o ocorrido, Tubarão se reconstruiu sob bases sólidas, e a beleza do local foi devolvida à população.

Para celebrar a superação e a renovação da cidade após a enchente, o Festival preparou uma programação especial que promete emocionar os tubaronenses. No domingo (27), às 16 horas, será exibido aos telespectadores um documentário de 15 minutos sobre o fato ocorrido.

Já às 16h15, uma apresentação de teatro, realizada em parceria entre a Fundação Municipal de Cultura e o grupo teatral Coisa de Grego & Cia, envolverá o público em uma apresentação de 25 minutos intitulada “Sentinelas do Abismo’’, que contará a história de três personagens que estão passando por dificuldades para salvarem suas vidas em meio à enchente de 1974. A história, além da ligação com o evento histórico, trará também a reflexão e a lembrança de uma das maiores tragédias ocorridas na cidade, a qual deixou feridas em muitos dos sobreviventes. A trama conta com a direção e roteiro de Ricardo Wandresen.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Governo de Tubarão