Comemorar as amizades, em 20 de julho, é poder fazer muito mais que enviar mensagens via redes sociais. É buscar formas de estar perto das pessoas queridas e contribuir para que juntas, tenham um dia especial. Pensando nas inúmeras possiblidades de celebrar a data, o Complexo Médico Provida, em Tubarão, realizou a 1ª Feira do Livro – Dia do Amigo.

“ A proposta do evento foi unir colegas, entre médicos, colaboradores e diretores, para troca de livros e através dessa ação, fortalecer os laços de companheirismo e disseminar hábitos de leitura. A cada dois livros doados, dava direito a escolha de um livro da exposição e concorrer a vários prêmios oferecidos pelo Provida e também por empresas parceiras”, explica a gestora do comercial Natiele Theodoro de Souza.

Para a enfermeira Rose Nandi, poder doador livros que já foram lidos e compartilhar histórias é um ato muito gratificante. “ Achei fantástica essa ideia. Doamos, somos presenteados com outras grandes obras, contribuímos com a disseminação da cultura e incentivamos outros colegas a gostar de ler. Espero que seja realizada outras edições da feira”, comemora.

Os livros excedentes serão encaminhados, na próxima semana, para doação aos detentos do Presídio Regional Masculino de Tubarão. Instituição que no mês de maio foi atingida pelas fortes chuvas que caíram na região.

Parceiros

Na feira Provida foram arrecadados entre os colaborados e a comunidade, mais de 600 livros, entre romances, artigos, biografias, poemas, autoajuda, contos e de conhecimentos específicos.

“Agradecemos imensamente as contribuições literárias do Dr. Arary Cardozo Bittencourt, Dr. Irmoto José Feuerschuette, Dr. Nelson Ubaldo, prefeito Joares Ponticelli, os jornalistas Ramires Linhares, Ronaldo Sant”Anna, o professor Maycon Viana e tantos outros médicos e funcionários que se dispuseram do seu tempo para doação de exemplares pessoais. Agradecemos também as empresas Casa do Doce, Baly Energy Drink, Amarillo Bistrô, Chope do Mestre e Nandi Malhas, pelos brindes sorteados aos participantes”, completa Natiele.

Dia do Amigo

O professor, psicólogo e filósofo argentino, Enrique Ernesto Febbraro, inspirado na chegada do homem à lua, em 20 de julho de 1969, indicou o mesmo período, em 1979, como Dia do Amigo. Segundo ele, a grandiosa conquista científica, poderia ser uma forma de pensar em fazer laços de amizade, talvez até com outros seres em outra parte do universo. Ideia foi aceita no país e anos depois promovida no Brasil e em várias outras nações da américa.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Provida