Um menino que viveria pra sempre em uma cadeira de rodas andou pela primeira vez mesmo após médicos especialistas dizerem o contrário. Bleu Greenwood, de quatro anos, nasceu com paralisia cerebral gravíssima, mas conseguiu superar a condição com a ajuda de uma cirurgia revolucionária.

O menino passou a andar mesmo após médicos afirmarem que ele viveria em cadeira de rodas pra sempre. De acordo com os pais de Bleu, o menino não conseguia nem manter a própria cabecinha  firme sozinho, pois seus músculos eram muito fracos.

Diante da situação da criança, os médicos afirmaram que o garoto iria precisar de uma cadeira de rodas para resto da vida, e que não conseguiria fazer uma cirurgia pelo sistema público de saúde. Na Inglaterra, onde mora a família, a saúde pública não faz cirurgias em casos com paralisia cerebral de grau cinco, por conta das baixas chances de sucesso.

Criança anda após pais conseguirem dinheiro para cirurgia

Após ter a cirurgia negada pelo sistema público de saúde, os pais de Bleu conseguiram juntar R$ 55 mil para que o filho pudesse fazer o procedimento de reparo na coluna vertebral. Cinco meses após realizar o procedimento, Bleu deu os primeiros passos com a ajuda de um andador no dia 13 de novembro.

Rielle Chapple, mãe da criança, falou sobre a emoção de ver o filho dar os primeiros passos. “Foi tão emocionante porque nós nunca pensamos que isso iria acontecer. Isso mostra o quão determinado meu filho é e nós estamos muito orgulhosos dele! Nós fizemos uma celebração imensa quando ele andou pela primeira vez. Todo mundo estava chorando porque era um momento muito feliz. E o Bleu também ficou muito feliz”, afirmou Rielle em entrevista para a imprensa local.

Ela ainda concluiu dizendo: “A cirurgia deu uma nova vida ao meu filho. Eu não sei o que o futuro aguarda, mas nós só queremos garantir que ele tenha uma vida feliz e com todas as suas possibilidades”, concluiu a mãe.