Tubarão

O Brasil registrou a abertura de 32.140 novas vagas de trabalho com carteira assinada em maio, conforme o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, em Brasília. O saldo positivo foi resultado de 1.347.304 admissões e 1.315.164 desligamentos. 

Na Amurel, os municípios de Imbituba e Laguna tiverem os piores resultados, com saldos negativos de mais de 100 desempregados. Garopaba teve saldo negativo de -32, Imaruí -10 e Capivari de Baixo -18.  Em Tubarão, na maior cidade da região, o número de demissões ultrapassou a de admissões. Foram 1.466 desligamentos e 1.418 admissões, uma defasagem de 48 empregos. 

Santa Catarina também teve saldo negativo de empregos. Em maio, a diferença entre contratações e demissões foi de -1.557. Os setores da agropecuária e do comércio foram os que mais perderam postos de trabalho. Em 2019, Santa Catarina também registrou saldo negativo em março, com -2.976.

No ano, foram criados 351.063 novos empregos (+0,91%), elevando para 38,761 milhões o estoque de empregos formais no país – o maior estoque desde maio de 2016, quando o Caged registrou 38,783 milhões de empregados com carteira assinada. Já no acumulado de 12 meses, o saldo positivo chega a 474.299 novos postos de trabalho, equivalente a um crescimento de 1,24%.