Uma lancha ocupada por duas pessoas pegou fogo no porto do Goio-Ên, Chapecó, por volta das 16h30 deste domingo (25). Segundo o Corpo de Bombeiros, um dos homens teve queimaduras de primeiro e segundo graus no tórax e nos braços. 

Conforme o sargento Valter Luciano Huning, que prestou apoio na ocorrência, o proprietário iria vender a lancha. Ele e o comprador faziam uma volta de conhecimento no rio no momento do acidente.

Ainda segundo o sargento, a causa mais provável da explosão foi algum vazamento de combustível junto com o acúmulo de gases. Huning disse que a equipe utilizou cerca de cinco mil litros de água para combater o incêndio, impedindo a propagação do fogo para outras cinco lanchas.