Há possibilidade de a usina ser implantada no Laguna Internacional  -  Foto: Divulgação/Notisul
Há possibilidade de a usina ser implantada no Laguna Internacional - Foto: Divulgação/Notisul

Laguna

A instalação de uma usina termosolar, em Laguna, foi discutida ontem em reunião entre o prefeito Mauro Candemil, o chefe de Gabinete da Eletrosul, Aurélio Castro Remor, e o gerente da Assessoria de Relações Institucionais da Presidência, Mucio Althoff de Medeiros. O encontro serviu para discutir qual a melhor área para a colocação da estrutura.

Laguna foi escolhida para receber a primeira usina termosolar do Brasil através de recursos do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).
No primeiro encontro realizado em novembro cogitou-se uma área do porto pesqueiro para instalação da usina. Porém, será analisada também uma área pública no Laguna Internacional, devido à forte ensolação da região.

A secretaria de Planejamento realizará uma visita técnica ao terreno no Laguna Internacional, que pertence à prefeitura, para avaliar a viabilidade de utilizar esta área.

“Nosso objetivo é usar parte dessa energia gerada para abastecer a ponte de Laguna. Assim resolvemos essa questão sobre quem paga a conta de luz da ponte”, explica Candemil. A usina ocupará uma área de aproximadamente 1,5 hectare. O investimento será em torno de R$ 15 milhões. Recursos já destinados por meio do P&D Aneel.

Termosolar é uma termoelétrica que utiliza a radiação solar para produzir eletricidade, diferente do sistema fotovoltaico tradicional. Nesse tipo de sistema, em um primeiro momento se obtém energia solar térmica e só depois se utiliza esta energia para produzir eletricidade através de uma turbina ou motor.

A tecnologia que será utilizada na Termosolar, em Laguna, será através de cilindro parabólico. É uma energia totalmente limpa e renovável.