O primeiro resort do Brasil com piscina de ondas para surfe deverá ser construído, em Garopaba, em 2023. A SurfLand será construída naquela que é considerada a capital catarinense do surfe, com um investimento que deve chegar a R$ 250 milhões.

O parque terá 464 mil metros quadrados, 300 mil são de área preservada. O complexo terá três restaurantes, pista de skate projetada pelo campeão Pedro Barros, bosque para caminhadas e trilhas, pista de tênis e futebol, piscinas indoor e outdoor, pista de corrida, academia, spa center e espaço para yopa.

Mas o grande atrativo, claro, será a piscina de ondas. Com 25 mil metros quadrados, a estrutura terá capacidade para 900 ondas por hora. Ondas que podem alcançar até dois metros de altura. A tecnologia é da empresa Wavegarden, que tem sede na Espanha.

Segundo os responsáveis pelo empreendimento, eles já possuem as licenças ambientais, o alvará da prefeitura de Garopaba e o registro de incorporação do cartório. As obras devem iniciar em até quatro meses e a expectativa é inaugurar o complexo em até 42 meses.

Coforme os representantes  da empresa, a obra vai gerar, em média, 200 empregos por mês. Ao ser aberto, o número deve passar dos 1,5 mil. A parte de condomínio será vendida no conceito de multipropriedade. Cada dono terá direito a usar o apartamento, de 45 metros quadrados, por 14 dias no ano. Se quiser, pode emprestar ou alugar.