Maycon Vianna
Tubarão

A falta de patrocínio foi a principal causa do fim do time profissional de voleibol da Unisul. A garantia é dos membros da reitoria da universidade, que se reuniram na tarde de ontem para explicar a causa do cancelamento do projeto, que iniciou há dez anos. “Não tem data, nem local para o retorno. A continuidade do projeto que vingou e foi um sucesso não tem previsão”, declara o reitor da Unisul, Airton Nazareno Soares.

Outro fator apontado pelos dirigentes da universidade, em termos de marketing, foi a não divulgação do nome da Unisul nos jogos transmitidos pela televisão, o que trouxe prejuízo. “A universidade sujeitou-se a levar o time para Joinville por causa do patrocínio da Tigre. Porém, o nome da Unisul não foi mais citado em momento algum, ou seja, virou apenas Joinville”, afirma o assessor de marketing da instituição, Getúlio Nunes.

Getúlio, no entanto, confirma que o vôlei contribuiu muito para expandir a marca da universidade em nível nacional. “Com o título da Superliga Masculina em 2004, várias pessoas de todas as partes do país passaram a conhecer a Unisul. Foi muito importante para os tubaronenses também, mas, sem patrocinador, não temos condições sozinhos de bancar uma equipe, é muito caro”, destaca.

Os valores investidos no esporte e o quanto a Unisul economizará após a suspensão do time de vôlei não foram divulgados ontem, durante a coletiva de imprensa. “São quantias que são guardadas em sigilo por questão contratual, até porque não cabe a nós expor, por questão ética, qual será a economia para a universidade. Possivelmente, o dinheiro será investido em outros setores e até mesmo no esporte”, ressalta o reitor.

Projetos sociais continuarão

Com a suspensão do projeto de vôlei, que iniciou há dez anos, a Unisul não deixará de lado o investimento no esporte. De acordo com os integrantes da reitoria, segue a ideia de inserção de crianças e adolescentes carentes no voleibol da universidade, por meio de escolinhas, onde mais de três mil alunos estão envolvidos.

“O vôlei continuará com um dos esportes de formação de atletas da Unisul. Sair da liga profissional não quer dizer que também deixaremos de lado os outros projetos”, salienta o reitor Airton Nazareno.
A Unisul assegura ainda a continuidade dos demais projetos esportivos (156 escolinhas e o time de futsal).

História
Principais títulos
• Campeão Catarinense 2007.
• Campeão Copa Bento 2006.
• Campeão da Copa São José 2005.
• Campeão da Superliga Masculina 2004.
• Campeão da Supercopa dos Campeões 2003.
• Campeão do Grand Prix Brasil 2003.

Atletas que estiveram na
Unisul e na seleção brasileira
• Levantadores: Ricardinho, Marcelinho, Marlon e Bruninho.
• Meios: André Heller, Henrique, Douglas, Felizardo, Rodrigão e Gustavão.
• Ponteiros: João Paulo Bravo, João Paulo Tavares, Carlão, Thiago Alves e Kid.
• Oposto: Anderson.
• Líberos: Alan e Mário Júnior.

Estrangeiros
• Milinkovic, Roca e Ptak.