Marco Antonio Mendes
Tubarão

Apresentado oficialmente na tarde de ontem, o novo técnico da Unisul/Seguridade/Penalty, Nelsinho Bavier, revelou que faz parte dos seus planos trabalhar para que alguns atletas do clube tubaronense possam integrar a seleção brasileira de futsal.

Com o título conquistado na Copa do Mundo, finalizada domingo passado, o técnico da seleção, PC de Oliveira, afirmou que 70% da equipe será renovada para atuar no próximo Mundial. Segundo Nelsinho, este é o momento de aproveitar o contato com PC. “Faz parte dos meus planos ter alguns atletas convocados e que possam destacar-se no cenário nacional através da Unisul. É claro que isso vai depender do nosso desempenho na Liga Futsal a partir do próximo ano”, salienta o treinador, que já foi auxiliar de PC na Ulbra (RS).

No que depender da responsabilidade que o reitor da Unisul, Gerson Luiz Joner da Silveira, colocou nas costas do novo técnico, o desempenho para a temporada 2009 da competição nacional terá que ser superior ao deste ano.
“Não podemos ficar fora das quatro melhores equipes agora. Tenho a convicção de que temos uma pessoa que vai trazer o que todos nós esperamos, o título nacional”, ressalta o reitor, presente na entrevista coletiva de apresentação de Nelsinho Bavier, junto com Valter Schmitz, diretor dos campi de Tubarão e Araranguá e vice-presidente da Unisul Esporte Clube; o supervisor do time, Michel Guedes; e a comissão técnica.

O reitor ainda cutucou o futebol tubaronense. Conforme Gerson, a Unisul poderia ter investido na modalidade e ter dado certo assim como o futsal, porém, a falta de unanimidade em Tubarão impossibilitou a viabilidade do projeto. “Preferem ter dois times maus a ter um time bom. O jeito é investir no futsal que já cativou a comunidade”, justificou.