Marco Antonio Mendes
Tubarão

Desde esta sexta-feira à tarde, a Unisul/Seguridade/Penalty não conta mais com o ala Cabreúva. A saída do clube foi confirmada pelo próprio atleta ao Notisul.

As especulações de que ele sairia do time começaram depois que a Malwee jogou em Tubarão, pelas quartas-de-final da Liga Futsal. Tanto a equipe quanto o atleta negavam. As conversas com o grupo de jogadores para renovação do contrato, aliás, iniciaram antes mesmo da despedida da Unisul na competição nacional.

Na última terça-feira, em palestra realizada com as crianças de uma escola pública de Tubarão, Cabreúva disse que estava analisando algumas propostas, mas que só decidiria no fim de setembro. No entanto, o principal nome da equipe tubaronense deu brecha de que se desligaria do time tubaronense.

E o ala confirmou. Jogará ao lado de Falcão, na Malwee. Segundo ele, as conversas começaram, sim, logo depois do jogo contra o time de Jaraguá do Sul. No entanto, a intenção era cumprir o contrato com a Unisul até o fim do ano. Mas o supervisor de futsal Michel Guedes pediu para que ele se desvinculasse do clube.

“Não era minha vontade sair assim da Unisul. Queria ficar até o fim do contrato. Mas Michel achou melhor que fosse desta forma. Amanhã (sábado), não entro mais em quadra”, disse o jogador.
Cabreúva, no entanto, não sabe se começará a jogar na Malwee logo em seguida. Deve dar uma pausa de um ou dois meses para depois se apresentar em Jaraguá do Sul.
Michel foi procurado por telefone, nesta sexta-feira à noite, para comentar a saída do ala, mas não foi encontrado.