Marco Antonio Mendes
Tubarão

Foram 31 jogos. A Liga Futsal começou no dia 15 de março para a Unisul/Seguridade/Penalty. O primeiro confronto foi com a então confiante Joinville/Krona/DalPonte, no norte do estado. Foi uma derrota de 2 a 1. Mas era apenas o começo de uma trajetória incrível e surpreendente.

E os adjetivos não são exagerados, não. Para uma equipe que estava ameaçada em deixar de existir, tudo ocorreu de forma planejada e perfeita. Primeiro, a formação da base do time. Muitos atletas já integravam em anos anteriores.

Depois, as contratações. E aí os nomes de peso, tanto dos jogadores, como do treinador.
E o ala Cabreúva foi convocado para a seleção brasileira, em março. “Quando estamos lá, temos que ser o melhor possível, afinal, somos escolhidos para representar o país”, dizia dias depois de chegar a Tubarão.

E assim foi a primeira fase da competição nacional. Ao todo, 19 jogos. Entre eles, 11 vitórias, seis derrotas e um empate. O triunfo foi passar para a segunda fase em quarto lugar. O calendário foi uma loucura. Muitos jogos com pouco tempo de folga. Foram nove disputados sequencialmente em casa. A cada partida, mais torcedores apoiavam a cativante equipe.
“Os nossos barulhos acabam sendo transmitidos à equipe”, destaca um dos responsáveis pela torcida organizada, Leonel Prá Lombo.