Marco Antonio Mendes
Tubarão

O adversário da Unisul/Seguridade/Penalty para as semifinais do Campeonato Catarinense da Divisão Especial será conhecido esta noite. Joinville/Krona/DalPonte e Apofucri/Unesc enfrentam-se no norte do estado, às 20 horas, pela partida de volta das quartas-de-final. No primeiro confronto, os joinvilenses levaram a melhor e golearam o time de Siderópolis por 7 a 2.

Os atletas da Unisul dão como certo a nova equipe de Paulinho Gambier na partida de sexta-feira, no ginásio Salgadão. O Joinville precisa apenas de um empate para conquistar a vaga nesta etapa do campeonato. Os jogadores também levam em consideração a campanha do time, a melhor até agora.
“Este ano, jogamos três vezes contra eles e ainda não vencemos. Só que agora é uma situação diferente. Eles precisam vencer e nós também. Será como uma guerra”, compara o ala Gustavo.

No comando do Joinville, Paulinho Gambier não é uma preocupação aos tubaronenses. Ele é o treinador do possível adversário da Unisul há algumas semanas. Segundo o ala Gordo, mesmo que Paulinho já conheça muito bem cada jogador daqui, ao contrário também acontece. “Nós conhecemos muito bem como ele costuma jogar. Conversei com ele domingo e ele me disse que teve que fazer várias alterações para adaptar ao seu estilo de jogo. Ou seja, estamos iguais”, sugere.

Gordo, aliás, esteve fora do último jogo, sábado, mas deve voltar à quadra no próximo confronto. O ala sofreu uma contratura na panturrilha, semana passada. A preocupação agora é com o fixo Jeffe, que esteve fora do último treino, na tarde de ontem, e ainda não há certeza do que seja.